Penas, sem pena!

21/05/2010 at 13:56 Deixe um comentário

Pena, tule, franja, pele falsa. Babados, renda, balonê. Volumes, luxo, exagero. Roupa que fala por si. Seria uma tentativa de esconder o ser que carrega esta roupa? Antigamente, mulheres se vestiam por não precisar falar. A roupa, os acessórios enormes,  mal deixavam caminhar e elas dependiam de homens até para isso. Vestir-se era pura representação e certos tecidos já falavam a que classe alguém pertencia. Vejo um retorno do inflar da roupa. Tempos de Lady Gaga.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entry filed under: Será que pega?. Tags: .

Brasil na Vogue Espanha Pode ou não pode?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Por trás e atrás da moda que pega…

Já pegou por aqui


%d blogueiros gostam disto: